APRECED

Webmail

NOTÍCIAS APRECED

Apreced comemora dez anos de atuação

Com projetos sérios, voltados para o bem social e com foco na inclusão e na educação, nossa Oscip em parcerias com governos municipais e governo federal demos a opeortunidade a população das sete cidades do Grande ABC a oportunidade de participar dos nossos cursos de qualificação profissional e participação em outros projeto. Clique aqui e confira alguns de nossas ações.

 

 

Apreced fará o lançamento do Projeto ABC do Turismo em cidades do Grande ABC

A população de Mauá, Diadema, Ribeirão Pires, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul receberá o projeto ABC do Turismo. Trata-se de um projeto de qualificação profissional gratuita. Este Projeto visa qualificar profissionais para o atendimento turístico através de curso introdutório sobre o turismo com ênfase nas áreas de Prestação de Serviços, Alimentos e Bebidas – A&B, Hospedagem e Gestão.

São duas etapas:

Na primeira, os cursos serão ministrados no período de 30 de agosto a 14 de dezembro de 2010, com aulas duas vezes durante a semana, totalizando 28 dias.

Na segunda serão ministrados cursos de idiomas (espanhol / inglês) com início em 2011.

 

Apreced - Educação e Filosofia

O mito da caverna e a visão além das aparências

Reprodução
Quando pensou em demonstrar a cegueira dos homens diante de um mundo de aparências, o filósofo grego Platão contou uma história. Ou melhor, fez com Sócrates - o personagem central da obra "A República" - contasse uma história a seu companheiro Glauco.
O mito da caverna , na versão do espanhol Juanjo Redondo, artista conteporâneo.

 

       Quando pensou em demonstrar a cegueira dos homens diante de um mundo de aparências, o filósofo grego Platão contou uma história. Ou melhor, fez com Sócrates - o personagem central da obra "A República" - contasse uma história a seu companheiro Glauco.

      Os homens estão presos por argolas no fundo de uma caverna escura. Sempre viveram ali, sem poder ao menos virar o pescoço. Por trás deles, um fogo arde, a certa distância, irradiando uma luz que se projeta no interior da caverna. Nas paredes, formas humanas, formas que se movem.Os homens que estão no interior da caverna pensam que o vêem é a realidade. Mas não é, eles vêem apenas suas próprias sombras. Pensam assim porque não conhecem outro mundo.

       Com essa alegoria, Platão compara a caverna ao mundo sensível onde vivemos, que é o mundo das aparências. Reflexos da luz verdadeira (as idéias) projetam as sombras (coisas sensíveis que tomamos por verdadeiras). Estamos agrilhoados. No entanto, é possível quebrar esses grilhões, e quem é capaz de fazer isso é o filósofo.O filósofo é capaz de escalar o muro para a contemplação da luz plena. Essa luz é o Ser, o Bem; é essa a luz que ilumina o mundo inteligível (que se pode conhecer).

"Pois, segundo entendo, no limite do cognoscível é que se avista, a custo, a idéia do Bem; e, uma vez avistada, compreende-se que ela é para todos a causa de quanto há de justo e belo; que , no mundo visível, foi ela que criou a luz, da qual é senhor; e que, no mundo inteligível, é ela a senhora da verdade e da inteligência, e que é preciso vê-la para se ser sensato na vida particular e pública." ("A República". 3ª ed. Fundação Calouste Gulbenkian, trad. Maria Helena da Rocha Pereira)

         A imagem apresentada por Platão é uma das mais belas e mais conhecidas de toda a história da filosofia. O mito da caverna faz parte do Livro 7 da obra "A República". Esse livro foi escrito entre os anos 385-380 a.C. Obra de maturidade de Platão, é um diálogo entre Sócrates e seus amigos, que apresenta o método dialético de investigação filosófica. Através de aproximações sucessivas, o mestre discute a organização da sociedade, a natureza da política, o papel da educação e a essência da justiça.

-----------------------------------||------------------------------------------- 

APRECED - CULTURA:  MUSICA

“Um Tributo aos Demônios da Garoa”

      A APRECED  – Associação de preservação do meio ambiente, patrimônio histórico e difusão da cultura e educação sente-se tangida, em parabenizar um dos maiores, grupos de samba Paulista os “DEMONIOS DA GAROA” é um grupo musical brasileiro, e um dos únicos grandes intérpretes de Adoniran Barbosa, com mais de 60 anos de existência.
     Surgiu na década de 1940 com o nome de "Grupo do Luar". Em 1943, cantando pela primeira vez no rádio, venceu um concurso de calouros.

     Seu bom humor tornou-se a marca registrada do grupo. Em 1965, com mudanças na formação original, gravou Trem das Onze, a marca registrada do grupo, conjuntamente com "Iracema", "Saudosa Maloca", "O Samba do Arnesto", "As Mariposa", "Tiro ao Álvaro", "Ói Nóis Aqui Trá Veiz","Vila Esperança"e"Vai no Bexiga pra Ver".      O grupo vendeu mais de dez milhões de cópias distribuídos em 69 compactos simples, 6 compactos duplos, 34 LPs e 13 CDs ao longo de sua carreira. A atual formação compõe-se de Roberto Barbosa (conhecido pelo codinome de Canhotinho (Músico)) Serginho Rosa, Sydnei, Izael e Ricardinho (neto do fundador do grupo, Arnaldo Rosa). Noutros tempos, o grupo já contou com a participação de Ventura Ramirez, o considerado o melhor violão de 7 cordas do Brasil, com uma técnica peculiar que marcou a história e os arranjos dos Demônios da Garoa por cerca de 30 anos.
      Os dois últimos fundadores do conjunto, Arnaldo Rosa e Toninho Gomes, faleceram respectivamente em 2000, e em 2005, vítima de complicações do diabetes e do mal de Alzheimer.
      Em 1994, os Demônios da Garoa entraram para o Guinness Book - Livro dos Recordes Brasileiro, de onde não mais saíram, como o "Conjunto Vocal Mais Antigo do Brasil em Atividade", além de receberem o disco de ouro pelo álbum 50 Anos. A banda, que sempre se apresentou somente com os seus integrantes, a partir da gravação de seu primeiro DVD intitulado Demônios da Garoa Ao Vivo, lançado pela BAND Music, agora conta também com uma banda de apoio, formada por bateria, violão de 7 cordas e contrabaixo.

     O grupo deixou, deixa e deixará um legado para varias gerações, pois, suas letras e músicas serão eternas. Aos jovens de hoje cabe saber e reverenciar um grupo que foi ouvido e, varias vezes tocado e cantado por muita gente, porem,  infelizmente nem sempre se conhecia ou não se sabia os verdadeiros autores da canção. A APRECED acha correta e digna este pequeno momento de informação, para reverenciar este grupo que será eterno.

APRECED - ESPORTES: TÊNIS (31/01/2010)

Brasileiro Thiago Fernandes é campeão juvenil do Australian Open

     Um novo nome brasileiro ganhou destaque hoje no tênis mundial. E uma família de Maceió está comemorando. Ontem 30 de janeiro, ele fez 17 anos, mas conquistou o presente hoje. Foi campeão do Aberto da Austrália Juvenil, contra um adversário da casa. Thiago Fernandes é o primeiro latino-americano a ganhar este torneio.
“Acho que foi uma excelente semana, joguei bem todos os jogos. Estou muito feliz”, diz Thiago Fernandes, tenista.
     O apartamento da família, em Maceió, tem as lembranças de um campeão. As conquistas do tenista estão por todo lado.
“Acabou que a gente abriu os álbuns viu fotos de outras viagens, de quando ele era pequeno, que a minha mãe levava, porque a gente não podia ir”, conta a mãe Edna Fernandes.
     Um esportista desde criancinha. Passou pelas piscinas, como quase todo garoto jogou futebol, mas estava mesmo de olho numa bolinha mais ligeira que conheceu no clube que freqüentava. Fez amizade com o tênis aos 7 anos e eles não se separaram mais.
      “Na nossa cabeça a gente estava muito em dúvida, se ele estava feliz com o que estava fazendo. E quando ele falou que estava feliz, radiante, ele disse pra gente que ele achava que era pra isso que ele tinha nascido, a gente ficou muito tranqüilo, satisfeito”, conta o pai, Luís Henrique Fernandes.
Este menino saiu da casa dos pais em Alagoas em 2008, com 15 anos, e foi para Santa Catarina treinar. Lá conheceu Larry Passos, o treinador que fez história no tênis brasileiro e internacional ao lado de Gustavo Kuerten. E que agora revelou para o mundo Tiago Fernandes.
      Boa sorte Thiago, é o que todos nos da APRECED, bem como, todo povo brasileiro está te desejando nesse exato momento

 

 

Today's Rolex would not likely ever put Mickey Mouse or any character on their watches (though leopard print is a different story). So it makes sense that today's brand devotees are skeptical of these timepieces. It has been suggested that all Mickey Mouse dialed Rolex replica watches uk are fakes. Well not necessarily fake Rolex replica watches sale, but rather real ones that have had aftermarket dials placed in the watch. There is actually some merit to this argument because aftermarket Mickey Mouse rolex replica sale do exist. Based on my research however, I would say rolex replica that it looks very likely that rolex replica did have an actual relationship with Disney in mostly the 1960s and 1970s up to the early 1980s. In that time there seems to have been a series of rolex replica sale watches with Mickey on the dial. These appear to be direct homages to the original Ingersoll Mickey Mouse dials. For this reason Mickey's hands look odd.
rolex replica sale | rolex replica sale | replica watches uk | rolex replica uk